Energia solar quadruplicará participação até 2029

Energia solar quadruplicará participação até 2029

A participação da energia solar fotovoltaica no sistema elétrico brasileiro irá quadruplicar nos próximos dez anos, conforme planoestratégico divulgado pelo próprio governo federal, no mês passado.

Segundoo Plano Decenal de Expansão de Energia 2029 (PDE 2029), elaborado peloMinistério de Minas e Energia, a previsão é que o uso desse tipo de energia passe dos atuais 2%, em 2019, para 8%, em 2029. Já a participaçãode energia eólica saltará de 9% para 16%. Outra meta é reduzir a geração hidráulica, de 58% para 42% do total produzido.

Pôr do sol na Esplanada dos Ministérios, em Brasília: metas para energia fotovoltaicaFoto: José Cruz/ABr

O PDE é um planejamento feito para umadécada, com metas para cada fonte energética dentro da matrizbrasileira. Ao todo, nesse período, deverão ser investidos R$ 2,34trilhões no sistema nacional. O setor de petróleo, gás e biocombustíveldeverá receber R$ 1,9 trilhão. Para geração centralizada e distribuída, elinhas de transmissão de energia elétrica, serão R$ 456 bilhões.

A capacidade de geração distribuída (compartilhada na rede) deve saltar de 1,3 GW para 11,4 GW, um aumento de 43%.

Otimismo

Segundo projeção da Absolar (Associação Brasileira de Energia SolarFotovoltaica), somente neste ano de 2020 o segmento fotovoltaico deverá gerar mais de 120 mil novos empregos. Se alcançada a meta, serão 250 mil vagas geradas só pela energia solar no país, contados desde 2012, a maior parcela deles em mais de 14 mil pequenas e médias empresas do segmento de Geração Distribuída.

#EnergiaSolar #Fotovoltaico #SistemaElétricoNacional #Sustentabilidade #TaxarOSolNão #PDE #MinasEEnergia #WeBrazilEnergy

Whatsapp We Brazil Energy Whatsapp We Brazil Energy